GDM: o regresso da auto-estima e a aposta na sustentabilidade

Por: Raimundo Zandamela
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Fotos de Felix Matsinhe

É um verdadeiro renascer das cinzas! O Grupo Desportivo de Maputo (GDM) inaugurou na última quinta-feira a piscina e os espaços adjacentes, numa parceria que só foi possível com o apoio de investidores privados. Um momento que serviu para reforçar e redimensionar a ambição do clube, que este ano regressa à fina-flor do futebol moçambicano com vários desafios pela frente.

Quando a Danilo Correia, o até então presidente da Comissão de Gestão do Grupo Desportivo de Maputo (GDM), lhe foi confiado a missão de “resolver os problemas” do clube e de resgatar a mística do mesmo perante o manto de problemas que mergulharam o emblema alvi-negro num abismo de crise financeira e directiva, alguns círculos de opinião mostraram- -se descrentes perante alguns projectos apresentados pela equipa montada por Coreia e seus pares. Aliás, o mesmo chegou nalgum momento a equacionar a hipótese de abandonar o barco, depois de ter-se deparado com um mar de problemas que de certa forma colocavam em risco a viabilização de alguns projectos.

Dívidas para com terceiros, salários em atraso, jogadores desertores, abandono de parceiros e potenciais patrocinadores e a perda de credibilidade no mercado e não só constituíram motivos mais do que suficientes para a fragmentação de um clube quase centenário, que ficava banalizado no panorama desportivo nacional e não só.

Leia mais...

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Próximo Jogo

sábado, 30 março 2019
F. Beira vs Textáfrica
00:00 | Beira
F. Maputo vs Desportivo
00:00 | Maputo
L.D. Maputo vs ENH
00:00 | Maputo

Publicidade