OPERAÇÃO GUINÉ-BISSAU ORÇADA EM 18 MILHÕES!

Por:Reginaldo Cumbana
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Fotos de Arquivo

Quando estamos a menos de três meses do decisivo jogo Guiné Bissau-Moçambique, a realizar-se a 22 de Março de 2019, para o fecho do Grupo K de qualificação ao CAN-2019, a Federação Moçambicana de Futebol (FMF) e o Ministério da Juventude e Desportos (MJD) reuniram-se quinta-feira passada para em conjunto analisarem o que está pensado para a viabilização desse jogo.

Porque as vitórias preparam-se, organizam-se, a FMF foi mostrar as suas ideias já amadurecidas ao Governo, que não só apontam para a preparação do “jogo mãe”, assim como incidem sobre a eliminatória dos Sub-23, diante do Zimbabwe, relativa ao CAN da categoria, que, como se sabe, também decidirá a sorte dos africanos que vão aos Jogos Olímpicos de Tóquio, no próximo verão.

ESTÁGIO EM PORTUGAL

Começando pelo jogo maior, a FMF mostrou uma orçamentação na ordem dos 18 milhões de meticais, valor que cobriria todas as necessidades, desde um estágio de 15 dias em Portugal e respectiva logística, passagens, desaguando, em última instância, na premiação do jogo de Bissau, em que aos Mambas só uma vitória interessa para as contas da qualificação, posta em risco com os resultados menos conseguidos contra a Namíbia e a própria Guiné.

Leia mais...