Modelo para Moçambola-2019 refém de garantias financeiras

Por: Atanásio Zandamela
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Fotos de António Muianga

A Liga Moçambicana de Futebol (LMF) vê-se forçada a repensar em três figurinos alternativos ao actual para o Moçambola-2019, contudo a decisão em relação ao modelo a ser implementado próximo ano está dependente das garantias de disponibilidade financeira por parte dos seus parceiros.

Na semana passada, o executivo de Ananias Couana apresentou aos 16 filiados, aos jornalistas e à Associação de Treinadores de Futebol os quatro modelos pensados para 2019. O dirigente esclareceu ao desafio que o que se pretende com a apresentação dos quatro figurinos é que se tenha estes aprovados em Assembleia-Geral de modo a constarem como modelos que podem ser aplicados em Moçambique em caso de dificuldades financeiras como está acontecer.

Durante a apresentação dos figurinos, a direcção da LMF explicou que a experiência de gestão do Moçambola mostra claramente que há necessidade urgente de se encontrarem medidas não só para garantir a realização da edição em curso, como também a necessidade de paulatinamente, com base num programa estruturante, se encontrar uma solução definitiva que garanta a sustentabilidade desta tão importante prova, lê-se no documento apresentado por Augusto Ponbuana, vice-presidente para alta competição.

Leia mais...