Votantes conduzem Telinho ao hardbody

Acomposição do top-5 para a grande final do “Prémio Desafio Melhor Jogador do Moçambola-2018” mantém inalterada, ainda que com troca de posições entre o quarto e o quinto classificados, com o defesa do Ferroviário de Maputo Chico a alternar de posição com José Eládio, do Sporting de Nampula.

Na liderança Telinho não abre espaço para concorrência e tende a ampliar a vantagem sobre o segundo classificado, que estranhamente continua Bruno, muito por culpa da estranha redução de votantes em Magaba, capitão do Textáfrica do Chimoio, que ocupa a terceira posição. Este cenário permite que o melhor marcador do Moçambola-2017 continue se assumindo como principal candidato à final que atribuirá ao vencedor uma viatura Nissan Hardbody zero quilómetros, com assistência gratuita até três anos ou até 100.000km e 600 litros de combustível.

O grande vencedor será apurado por um júri constituído por 16 treinadores e igual número de capitães das equipas que disputam o Moçambola e cinco jornalistas da Sociedade do Notícias, com um peso de 30 por cento. O maior peso (70 por cento) na decisão final é do voto popular, através de SMS.

Leia mais...