VENCER O EL-HILAL NO CHIVEVE DEVIA SER A PALAVRA DE ORDEM

Por: Joca Estêvão
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Fotos de Victor Marrão
 
A União Desportiva do Songo conquistou o seu primeiro ponto na fase de grupos da Taça CAF, ao empatar com o El- -Hilal do Sudão a dois golos no Estádio Omdurman Al-Hilal, com cerca de 50 mil espectadores presentes, e mesmo assim continua como “lanterna vermelha”, atrás do seu adversário da terceira jornada, que soma dois pontos. No próximo domingo os hidroeléctricos vão voltar a enfrentar os sudaneses do El- -Hilal, desta vez no campo dos locomotivas do Chiveve, palco onde só perderam uma única vez em competições africanas, precisamente com o RGB Berkane do Marrocos (0-2). Os dois primeiros classificados, o Berkane, com sete pontos, e o El-Masry, com cinco pontos, também jogaram entre si na terceira jornada em Marrocos e no domingo disputam a outra partida do Grupo “B”. Este jogo será em Port Said, no Egipto, no recinto onde o El Masry faz a recepção dos seus jogos. Aliás, foi nesse palco que a União Desportiva do Songo perdeu na primeira jornada por 2-0. Um novo empate entre marroquinos e egípcios seria um resultado que ajudaria nas contas do representante moçambicano, uma vez que iria manter a diferença pontual entre os primeiros classificados, reduzida, mas para isso é pertinente que os campeões nacionais em título vençam no domingo, o que permitiria somar quatro pontos, contra os seis pontos do El-Masry e oito dos marroquinos. São apenas hipóteses.