1º de Maio centenário

O Ferroviário de Maputo, 1924, Textáfrica, 1928. Os alvi-rubros foram fundados em 1917, ou seja, já têm cem anos, e estão na mesma faixa etária que o Atlético de Lourenço Marques e Indo Português, campeões da cidade das Acácias em 1923 e 1924.

O 1º de Maio marca a história do futebol moçambicano por ter projectado o primeiro moçambicano para Portugal. Trata-se de Matateu, em 1950, antes de Vicente Lucas da Fonseca, seu irmão mais novo, que se tornou celebre pela marcação incisiva a Pelé no Mundial de 1966.

Curiosamente, apesar de ser um clube histórico em Moçambique, não há memória de título nacional em futebol. Conquistaram títulos distritais, com o estatuto de campeonatos da cidade, mas nos Provinciais (Moçambique era tido como Província de Portugal) lutava de igual para igual com o Ferroviário, Desportivo e Maxaquene, que eram os mais candidatos aos títulos outrora.

É preciso referir que o Grupo Desportivo 1º de Maio, no passado, já movimentou também a modalidade de basquetebol.