Uma águia rejuvenescida e ousada

A saída de jogadores que compunham a espinha dorsal da equipa principal de futebol abriu espaço para a promoção de jogadores jovens que têm a espinhosa missão de resgatar a mística alvi-negra.

Chama-se Erasmo Carlos de 45 anos de idade, “nasceu” no Mahafil, foi formado no Costa do Sol e cresceu no Desportivo. Este é o treinador que lhe foi confiado a missão de organizar e devolver o emblemático clube moçambicano ao convívio do futebol primário. Não promete fazer milagres, mas sim, dar o máximo e o melhor de si, tal como o fez durante os oito anos que esteve a trabalhar com o futebol de formação.

– Abracei este projecto porque gosto de desafios! Confesso que não foi fácil aceitar este convite, pois o Desportivo, apesar de ter descido de divisão não deixa de ser um clube respeitável dada a sua grandeza. Me sinto honrado por merecer tamanha confiança por parte da direcção do clube. Prometo fazer e dar o melhor de mim para devolver a confiança e o respeito que o Desportivo merece, anota Erasmo Carlos.

Raimundo Zandamela/Luís Muianga