O nosso futebol parou no tempo!

Raimundo Zandamela

Foto de Alex Macamo

Chama-se Aristides Zaza ou simplesmente Zaza, como é tratado nos meandros do desporto, em particular no futebol, onde se notabilizou na década 80 ao serviço do Clube de Desportos da Costa do Sol. Zaza esteve à conversa com desafio, onde falou da sua preocupação com o actual estágio do futebol moçambicano, assim como dos jogadores que não têm sabido gerir as suas carreiras. 

Faz parte de uma geração de “ouro” e de uma época em que quem fosse aos campos para assistir futebol não se arrependia, pois a qualidade de futebol praticado naquela época não inibia os mais aficionados do futebol de encher os campos.

É produto das escolas do emblema canarinho e explodiu na era Martinho de Almeida, onde também pontificavam vários craques, tais como Artur Semedo, Caldeira, Nito, Ramos, Luís entre outros. Aliás, ele fez também parte desta equipa demolidora a que fizemos menção.

Reside a 31 anos na África do Sul, onde chegou a representar cinco clubes locais, nomeadamente Qwa Qwa Stars, Umtata Bucks, Moroka Swallows e Arcadia, tendo sido neste último onde pendurou as botas.

Pai de cinco filhos (e avó de um neto) e gestor de vendas há 15 anos na Volkswagen, em Benoni, África do Sul, Zaza que recebeu desafio no seu escritório e não escondeu a satisfação de receber a nossa equipa (Alex Macamo e Manasse Cordeiro). E não era para menos! 

(Entrevista completa na edição impressa). 

Fotos relacionadas

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Próximo Jogo

sábado, 30 março 2019
F. Beira vs Textáfrica
00:00 | Beira
F. Maputo vs Desportivo
00:00 | Maputo
L.D. Maputo vs ENH
00:00 | Maputo

Publicidade