Chang na corrida à FMF

O antigo ministro é a aposta no comando dos destinos do futebol nacional pela Associação dos Veteranos de Moçambique (AVM), reunindo sensibilidades do futebol nacional nas suas mais variadas gerações, como Amide, Frederico, Gil Guiamba, César Manjate entre outros. Os proponentes da candidatura de Chang acreditam que a influência do antigo ministro constituirá uma mais-valia na busca de oportunidades e parcerias de que o futebol moçambicano necessita para se projectar além fronteiras e sair definitivamente do marasmo.

Para efeitos de preparação da candidatura de Manuel Chang está agendada para amanhã uma reunião na sede do Clube Munhuanense Azar, na qual o antigo governante far-se-á presente. António Bié, recém destituído presidente de direcção do Clube Ferroviário de Maputo, Arnaldo Salvado  e Cremildo Gonçalves, são alguns nomes que também perfilam nas várias listas propostas como possíveis sucessores de Feizal Sidat.