CAMPEÃO DE 1981 REGRESSA QUATRO ANOS DEPOIS

Por: Gilberto Guibunda
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Foto de DM

Foi no fim da época de 2014 que os fabris da Manga desceram do Moçambola, com 22 pontos amealhados em 26 jogos. Nessa época o Ferroviário de Pemba (21 pontos) e o Estrela Vermelha da Beira (19 pontos) também eram relegados à II Liga. Volvidos quatro anos o campeão de 1981 de Rodrigo Santos, cuja equipa contava, entre outros com Betinho, Totó, Lucas II, Nico, Manecas, Maenga, Chinguia, regressa à fina-flor do futebol moçambicano, depois de assegurar o primeiro lugar na sua série pela Zona Centro. No jogo do título disputado sábado último a turma de Rogério Chapo cumpriu em campo o desejo da maioria dos adeptos e simpatizantes que se arrastaram ao campo em número considerável e puxar pela equipa até à vitória sobre o Benfica e Dondo por duas bolas a zero.

Foi uma tarde que ficará para a história da equipa e da família do Púnguè, que logo após o apito final do juiz da partida puseram-se às artérias da cidade para os tão aguardados festejos, numa celebração que levou horas adentro. Em contacto telefónico com o desafio, o líder do clube destacou a sintonia entre os vários intervenientes, desde a Direcção por si liderada aos treinadores e jogadores, numa simbiose de ideias e objectivos comuns, estes que, segundo o interlocutor, foram fundamentais no regresso do Têxtil de Púnguè no Moçambola do próximo ano.

Leia mais...