LICHINGA FAZ ESTRAGOS E ATIRA BATATA QUENTE À FMF

Por: GILBERTO GUIBUNDA
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Foto de Arquivo

Encerrou este fim-de-semana a batalha da Zona Norte na Divisão de Honra de acesso ao Moçambola-2019, com o Ferroviário de Lichinga a complicar as contas do Baía de Pemba, líder até à décima terceira jornada, portanto, a uma do fim do certame. Os representantes de Cabo Delgado, quiçá com os nervos à da flor-de-pela, não conseguiram manter a vantagem pontual com que levavam em relação ao rival Benfica Monapo, perdendo a liderança nesta última jornada. Agora terá que esperar que a Federação Moçambicana de Futebol, quando o Conselho de Disciplina tiver o relatório de inquérito concluído, tome o poder de decisão sobre quem será o representante desta zona no próximo Moçambola.

Deve recordar que Baía de Pemba poderá ver-se no Moçambola caso a FMF julgue precedente que a equipa está ilibada de qualquer culpa nos acontecimentos havido no decurso da partida frente ao rival da mesma cidade, o Ferroviário, recorde-se, interrompida no momento em a equipa da Baía marcou o segundo golo que lhe dava vantagem no marcador. Outra decisão da FMF, que pode ser mandar repetir o jogo ou penalizar (o que é dificilmente pode acontecer) aí sim, o Baía de Pemba deverá entrar em campo frente o Ferroviário de Pemba e procurar uma vitória que lhe permita reverter um cenário actual de segundos posicionados atrás do Benfica e Monapo. Os encarnados de Nampula foram precisamente a Pemba vencer o Ferroviário por uma bola, encerrando o campeonato como líderes a condição até que se saiba do veredito final a ser homologado pela FMF ainda esta semana, de acordo com Edson Ussaca do Conselho de Disciplina e que esteve em Pemba para o devido inquérito.

Leia mais...