... pois não quis usar lei específica da prova

– Houve um regulamento aprovado para o Campeonato da II Divisão de Honra e devia ser este instrumento usado para regular a prova, excepto se esgotados argumentos, o que não foi o caso. Para o caso da nossa região, face à situação apresentada pelo Benfica de Nampula, a FMF julgou-o com base na lei-base. Não entendemos. O regu-lamento específico da prova refere que é desqualificada a equipa que tiver na prova três faltas de comparência e o Benfica só teve duas, explicou o dirigente de Pemba.