Locomotiva da capital não resistiu ao poder de fogo do Libolo

 É a terceira derrota dos vice-campeões nacionais nesta prova, que assim ficam arredadas de se qualificarem para a fase final que será em Dezembro próximo, na Tunísia.

No jogo de hoje, a equipa do Milagre Macome até iniciou muito bem a partida, fruto disso, terminou o primeiro período com uma vantagem de três pontos, ou seja, 22 – 19.

No segundo período, por causa da agressividade com que o Ferroviário disputava a partida, Raul Duarte, técnico do Libolo, viu-se obrigado a mudar praticamente toda a equipa inicial, fazendo entrar na quadra a sua equipa base. A estratégia funcionou aos angolanos, anulando por completo as investidas do Ferroviário de Maputo. Aliás, nesta etapa os locomotivas apenas conseguiram encestar 9 pontos contra os 23 do Libolo. As equipas recolheram ao intervalo com o Libolo a vencer por 42 – 31.

No reatamento o andamento do jogo não se alterou, o Ferroviário continuava a não ter o ímpeto desejado, mérito dos angolanos que foram um conjunto muitíssimo astuto nos restantes vinte minutos.

Marcadores: Fer Maputo/Libolo: 1º período: 22/19; 2º:31/42; 3º: 40/66 e 4º: 52/86

O Ferroviário de Maputo realiza amanhã, quinta-feira, pelas 18:00horas, o seu último jogo diante do Harare City. Esta quarta-feira, 14:00 horas, a equipa defronta os Dolphins de Gaberone. 

Gilberto Guibunda, em Gaberone com o apoio do CFvM.