O mais importante é saber que o Moçambola está garantido

Há que elogiar o facto de a LMF ter melhorado no relacionamento com os clubes e estar cada dia que passa a pautar pela gestão transparente”, disse o dirigente antes de sublinhar que “mais uma vez os clubes contribuirão para a viabilização do Moçambola, tal como fizeram ano passado abdicando daquilo que são as suas receitas, os valores dos direitos de transmissão. É preciso assinalar-se isso embora reconheçamos que são nossas despesas”, explicou.

Sobre as transferências de responsabilidades que a Liga quer ensaiar em 2019 o dirigente do Chibuto pensa que para tal “haverá igualmente transferência de receitas, sobretudo na questão dos direitos de transmissão e isso vai permitir um certo encaixe aos clubes e por essa via vamos ter como contribuir, mas é um assunto por ser analisado como deve ser”, disse Lalgy antes de lembrar que “o valor que a Liga gere é dos clubes e é pedido em nosso nome. E o fundamental nisso tudo é manter o Moçambola nos moldes actuais. 

Atanásio Zandamela