A vitória da justiça!

com o golo solitário a ser apontado pelo veterano Binó aos 74 minutos.

Foi uma vitória justa pelo facto de a UP Lichinga ter cometido a proeza e ousadia de ter conseguido arrancar três preciosos pontos que impossibilitaram a Liga de se aproximar a frente do pelotão na tabela classificativa, por um lado, por outro reside no facto deste conjunto ter sido em parte prejudicado com a má actuação da arbitragem que anulava o esforço da equipa universitária.

Raimundo Zandamela