E ENTREVISTA

Se calhar roubei-lhes uma locomotiva

Votos do utilizador: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

– Quem são os jogadores que vão reforçar a equipa na próxima época?

– Gosto de trabalhar com jogadores jovens, com um grande nível de sofrimento, para enfrentar as dificuldades que vão continuar na próxima temporada. Tenho de ter jogadores com carácter para chegar longe. Transmito aos meus jogadores que ganhei três títulos, designadamente um campeonato, uma taça e uma supertaça. Ganhar títulos por um Ferroviário, 

Maxaquene, Costa do Sol, Liga Muçulmana ou Desportivo tem um sabor especial, mas conseguir êxitos em equipas de outras regiões é mais gratificante ainda. Já conseguimos contratar alguns jogadores, mas o que é verdade hoje pode ser mentira amanhã.

– Por isso não quer divulgar os nomes?

– Temos experiências menos boas de um passado recente e sempre por causa do Ferroviário. Não sei o que lhes fiz. Se calhar roubei-lhes uma “locomotiva”. Veio tirar-nos jogadores que havíamos contratado, mas desenganem-se esses que pensam que os jogadores maduros vão fazer deles campeões. Não vou dizer os nomes dos jogadores que conseguimos para não sermos uma vez mais vítimas da situação idêntica a do Diogo. Eles já sabiam que tínhamos contrato com ele e mesmo assim vieram buscá-lo.

 

 Os técnicos dos Mambas

assistem aos jogos na poltrona

 O técnico do Vilankulo FC fez referência ao facto de Matlombe ter sido o jogador mais regular do Moçambola, de acordo com a pontuação feita pelo nosso semanário ao longo do campeonato, mas não ter merecido a chamada para a selecção, que defrontou as Seychelles domingo passado.

– O jornal desafio revelou a informação de que Matlombe era o jogador mais pontuado do Moçambola. O jogador tem 25 anos de idade e já passou pelo Maxaquene, Desportivo e Liga Muçulmana. Mesmo assim, não convocou o jogador para a selecção e para o cúmulo chamou dois jogadores da segunda divisão. Ou estamos a brincar aos futebóis ou de nada valerá potenciar jogadores para servirem à selecção nacional futuramente. Tenho a certeza de que se os membros da equipa técnica assistissem aos jogos do Vilankulo teriam mais jogadores para a selecção, mas eles preferem assistir aos jogos na poltrona, disse Chiquinho contestando as opções da equipa técnica dos “Mambas”.

 

 

Publicidade
Subscreve se no Jornal Digital

Moçambola 2019

Pos Equipe J V E D GC GM Pts DP
1. C. do Sol 30 20 6 4 25 56 64 +31
2. UD Songo 30 19 3 8 29 47 59 +18
3. Fer. Maputo 30 13 9 8 22 34 43 +12
4. Fer. Beira 30 12 9 9 25 34 43 +9
5. Fer. Nacala 30 12 5 13 31 28 40 -3
6. ENH 30 10 11 9 30 29 37 -1
7. LD Maputo 30 11 7 12 36 30 37 -6
8. Textafrica 30 11 7 12 30 22 37 -8
9. Des. Maputo 30 10 10 10 29 35 36 +6
10. Incomáti 30 10 10 10 31 29 36 -2
LD Maputo 5 : 4 Des. Maputo
Têx. Púnguè 1 : 1 Nacala
B. de Pemba 1 : 2 ENH
Chibuto 1 : 0 UD Songo
Fer. Nacala 1 : 0 Fer. Beira
Fer. Nampula 2 : 1 C. do Sol
Maxaquene 1 : 0 Fer. Maputo
Textafrica 1 : 1 Incomáti

Director: Almiro Santos
Chefes da Redacção:
Reginaldo Cumbana e Gil Carvalho

Desafio é um Jornal desportivo, produto da Sociedade do Notícias.

O Jornal esta disponível em formato físico impresso, o mesmo pode ser lido em formato electrónico.

Play Store

AppStore

SNLogo2

Propriedade da Sociedade do
Notícias, SARL
Direcção, Redacção e Oficinas
Rua Joe Slovo, 55 • Cx.Postal 327
E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
( Tel's: 21320119 / 21320120 )
Topo
Baixo