Moçambique estreia-se com derrota diante da Austrália

A selecção australiana entrou a ganhar marcando dois golos ainda na etapa inicial do desafio, resultado com o qual saiu ao intervalo. Moçambique viria a ganhar confiança já na segunda etapa, altura em que marcou os dois golos. Caló e Dino foram os autores dos tentos da turma moçambicana.

Moçambique não teve concentração suficiente para contrariar o pendor ofensivo do seu adversário, que soube aproveitar-se dos erros cometidos pela formação moçambicana. Mesmo assim, a equipa orientada por Naymo Abdul não cruzou os braços e passou a jogar de peito aberto imprimindo mais velocidade e ritmo ao jogo.

O capitão Dino, melhor marcador do Campeonato Africano com 10 golos, perdeu inúmeras oportunidades de golo que teve.

O mesmo se pode dizer de Carlão, outra unidade que desperdiçou as situações flagrantes de golo que teve à sua disposição. Facto curioso é que o combinado nacional recebeu um forte apoio por parte dos adeptos de Bucaramanga, que se mostraram impressionados com a atitude demonstrada pela equipa moçambicana.

Moçambique volta a entrar em cena nesta quarta-feira, medindo forças com a Ucrânia.

Portugal empata no último segundo

Portugal estreou-se sábado com um empate (1-1) no Campeonato do Mundo de Futsal, que decorre na Colômbia.

Em Cali, frente à selecção anfitriã, a equipa de Jorge Braz sofreu um golo aos 29 segundos, assinado por Angelott, e só conseguiu recuperar da desvantagem no último segundo, por Cardinal.

A equipa lusa pode queixar-se de alguma infelicidade até à igualdade, uma vez que acertou duas vezes nos postes e uma na trave da baliza à guarda de Ñañez, uma das figuras do encontro. O técnico português apostou nos últimos dois minutos com guarda-redes avançado (Bruno Coelho), e só conseguiu chegar ao golo na última jogada, num remate rasteiro do seu pivot.

Panamá e Uzbequistão são as restantes equipas no Grupo A, com os panamianos já com três pontos, depois de terem vencido por 3-1. Para Portugal, segue-se o Panamá na terça-feira.