FERROVIÁRIO DE MAPUTO E UD SONGO SÃO OS MAIS CANDIDATOS AO TÍTULO

Por: Joca Estêvão
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Quando faltam seis jornadas para o fim do Moçambola-2018, as equipas do Ferroviário de Maputo e da União Desportiva do Songo apresentam-se com mais possibilidades de lutar pela conquista da prova. Os locomotivas, com menos um jogo, comandam a classificação com 47 pontos, mais quatro que os hidroeléctricos, que tendo três partidas em atraso, sendo uma delas com o líder, no Songo, têm 43 pontos.

Nos últimos jogos do campeonato, além do já referido jogo em atraso, o Ferroviário de Maputo vai a Matola “C” para jogar frente à Liga Desportiva e depois recebe o Ferroviário de Nampula, antes de se deslocar a Nacala para medir forças com o homónimo local. Em seguida vai receber o Textáfrica, no Estádio da Machava, para de seguida viajar para Beira, onde irá defrontar o Ferroviário local e na última ronda jogar em casa contra o ENH de Vilankulo. É um resto de campeonato que se afigura bastante difícil para os locomotivas da capital, que já não vencem a prova desde 2015.

Por seu turno, os hidroeléctricos, além de jogarem com o Ferroviário de Maputo recebem o Chibuto e defrontam a Liga Desportiva em Maputo, em jogos em atraso. Depois vão enfrentar o Ferroviário de Nacala, na casa deste, receber o Textáfrica, ir jogar ao Chiveve diante do Ferroviário da Beira, e a Quelimane, com o aflito 1º de Maio, antes de receber o Maxaquene, na última jornada.

Leia mais...