OPERÁRIOS PARAM LOCOMOTIVA

Por: Joca Estêvão
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Foto de Luís Muianga
 

O 1º de Maio de Quelimane venceu o Ferroviário de Maputo por 2-1, impedindo assim a corrida do líder rumo à conquista do título, mantendo assim os 32 pontos que trazia da ronda anterior. O 1º de Maio, com esta vitória, amealhou três preciosos pontos para o objectivo de se manter no Moçambola, mas, ainda assim, o seu técnico colocou o seu lugar à disposição. Nesta jornada, o Maxaquene recebeu e derrotou o Costa do Sol, no Estádio Nacional do Zimpeto. O golo de Bruno, na transformação de uma grande penalidade, conferiu a oitava derrota dos canarinhos na prova, onde somam apenas quatro vitórias, além de quatro empates. Realçar o facto de a União Desportiva do Songo ter empatado com a Liga Desportiva a um golo, em jogo em atraso da oitava jornada. Os dois golos foram obtidos em situações de bola parada. Neymar com mestria fez o 1-0, de livre directo, e Hélder Pelembe, na transformação de uma grande penalidade, empatou a partida. Também em atraso, jogou-se na Soalpo, onde o Textáfrica venceu o Ferroviário de Nampula por 1-0, com golo de Magaba, contestado pelos adeptos, jogadores, dirigentes e técnicos dos locomotivas, alegando ter havido fora-de-jogo do jogador fabril.

Leia mais...