LMF descarta regresso aos “Provinciais”

Texto de Atanásio Zandamela

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Fotos de Arquivo

 Apesar de dificuldades financeiras enfrentadas actualmente, a Direcção da Liga Moçambicana de Futebol (LMF) afasta, por completo, a ideia de um eventual regresso aos campeonatos provinciais, por acreditar que isso significaria um retrocesso, e já pensa na introdução de um Moçambola em duas fases e em séries de oito equipas cada.

Depois da promessa do Presidente da República, Filipe Nyusi, em intervir – ainda não se sabe ao certo como – directamente para a conclusão do Moçambola-2018, a Direcção da LMF concentra-se, ao que apurámos, na conclusão do possível figurino para 2019, sendo seguro que este será disputado em duas fases e não em “Provinciais”, como se chegou a especular.

O Chefe do Estado não só garantiu intervir para que a prova chegue ao fim, mas acima de tudo lançou um desafio para que se encontre em conjunto – Liga e Federação Moçambicana de Futebol – uma saída, que deve passar por um novo figurino da prova, para que o Moçambola continue a desempenhar aquilo que designou de “uma escola de educação do povo”.

Este pronunciamento veio praticamente de encontro ao que a LMF vem projectando desde o ano passado, altura em que os clubes não quiseram aceitar a possibilidade de alteração do figurino, algo que com a crise actual se monstra irreversível.

Leia mais...