Os dezasseis concorrentes aos seus lugares

Todas as equipas vão iniciar com zero pontos e teoricamente têm as mesmas possibilidades na candidatura ao título, como no esforço que devem empreender para não descerem de divisão, embora, pela composição faça a balança entre aqueles que estão em melhores condições de disputar os lugares cimeiros.

A capacidade financeira habilita a contratação daqueles que são considerados os melhores intérpretes da bola, facto que, à partida desequilibra a balança, podendo referir-se que dificilmente uma colectividade com menor capacidade financeira estará em igualdade de circunstâncias para disputar os ditos melhores jogadores com um oponente com maior robustez nesse capítulo, embora se possa colocar fé no trabalho técnico para a obtenção de melhores resultados. Regra geral, é menos provável que se faça um campeão com recursos ínfimos. É a partir desses pressupostos que os dezasseis clubes do Moçambola definem as suas metas.

Basicamente por isso, pode-se considerar os planteis da União Desportiva do Songo e Costa do Sol, em primeiro lugar, como os mais bem constituídos, até porque além dos seus “poderes” que possibilitaram a contratação de unidades de grande relevo no panorama futebolistico nacional e internacional, estando na disputa das Afrotaças.

A equipa do Songo foi buscar jogadores como Chelito, Amorim, na Beira, Hélder Pelembe (ex-Baroka), Eusébio (ex-Liga), Nhaminga (ex-Sporting da Beira), só para citar alguns exemplos, juntando-as a outras unidades que transitaram do ano passado de qualidade reconhecida como são os casos de Kambala, Cremildo, Mano, Mucuapel, Tony, Mário Sinamunda, Parkim. O Songo ainda se deu ao luxo de ceder Norberto e Osvaldo, por exemplo, ao Ferroviário da Beira. O Costa do Sol, por seu turno, surpreendeu-nos com a contratação do jovem liberiano Terrence, bem acima da média, mas também conseguiu “roubar” Nené, formado no Textáfrica, Sarmento, Chris, que com Isac, Nilton, Guirrugo, Salomão, entre outros podem formar um conjunto bastante forte.

Joca Estêvão