A médio prazo o ENH vai entrar na luta pelo título!

Para 2018, segundo o dirigente dos hidrocarbonetos, vão fazer de tudo para melhorar a classificação, depois do nono lugar no ano passado. Entretanto, garantidos estão já onze reforços.


A não continuidade de João Chissano no ENH de Vilankulo trouxe alguns constrangimentos no início da preparação da presente temporada. Mas, segundo Daúto Rugnate, presidente da colectividade, é uma situação entendível, tendo em conta a dinâmica das matérias da vida, e do futebol, em particular.

A saída do técnico colheu-nos de surpresa, uma vez que o contrato que o ligava ao ENH terminaria em finais de Fevereiro. Contávamos com ele para esta temporada, mas acabámos entendendo que tinha outros desafios e aceitámos a sua vontade. São coisas da vida, do futebol, em particular, lamentou Rugnate.

O dirigente dos hidrocarbonetos não se quis abrir no jogo sobre o nome do próximo treinador que vai substituir João Chissano no comando técnico, referindo que no momento certo a Direcção do clube iria comunicar a escolha do elemento que vai conduzir a sua equipa este ano.

Estamos a trabalhar no assunto. No momento certo iremos informar que será o treinador. Neste momento a equipa trabalha com Eurico da Conceição e Artur Romão, que foram os adjuntos na temporada passada. Eles é que estão a assegurar o trabalho neste momento, disse Daúto Rugnate.

Joca Estêvão