Danilo regressa aos tricolores

Na defesa, lembre-se, o Maxaquene perdeu o concurso de Nélson para o Ferroviário e contratou Anselmo (ex-Estrela Vermelha), mas ainda não consegue convencer aos apaniguados que amiúde acompanham os trabalhos da sua equipa, que consideram ser necessária a contratação urgente de unidades que confiram consistência àquele sector.

O defesa Silva (ex-ENH)  é um dos elementos que corre no Maxaquene com intenção de impressionar a equipa técnica, concorrendo para posições onde Antoninho deposita mais confiança em Campira e Manuelito I.

Dos vários jogadores que chegaram este ano ao Maxaquene, Danilo parece ser o elemento de maior peso.

O jogador, recorde-se, não conseguiu ter espaço para jogar no Songo, quando foi levado por Chiquinho Conde, porque o plantel dos campeões nacionais tinha outras alternativas consideradas melhores, e não podendo continuar ao serviço dos hidroeléctricos devido ao aumentou da concorrência em 2018, decidiu regressar ao Maxaquene, onde se fez jogador nas camadas de formação, juntamente com Candinho, Bruno, entre outros, esperando-se que venha a ter mais oportunidades para jogar.

Joca Estêvão