A última fase da maratona dos dez obstáculos

Na frente da tabela classificativa, a União Desportiva do Songo e o Costa do Sol estão melhor posicionados para atacar o título, enquanto na cauda da tabela subsistem grandes incógnitas.

Depois de interregno de duas semanas para dar lugar a dois jogos dos Mambas referentes à eliminatória ao CAN Interno, contra a sua congénere de Madagáscar, o Moçambola vai regressar para o início da disputa das dez últimas jornadas a 26 de Julho, fase em que cada um dos intervenientes na prova vai disputar cada ronda com uma autêntica final em busca dos seus objectivos que passam, por um lado, conquistar o campeonato, e por outro, não descer de divisão. Obviamente, entre esses objectivos, há equipas que têm outras metas, mormente melhorar a sua classificação em relação a temporada passada ou mesmo dar o pontapé de saída a preparação para outras frentes do próximo campeonato.

Com ainda trinta pontos em disputa, as equipas da União Desportiva do Songo e Costa do Sol são neste momento os principais candidatos ao título, tendo a realçar que os hidroeléctricos estão teoricamente em vantagem sobre os canarinhos, uma vez que já realizou todos as partidas com as equipas de Maputo.

Nesta última fase da maratona existem algumas coincidências no percurso das duas equipas até hoje mais candidatas. A primeira é que, exceptuando a vigésima sexta e vigésima sétima jornada, quando a União Desportiva do Songo fizer a recepção a um adversário, o Costa do Sol também jogará na condição de anfitrião. A segunda refere-se ao término do campeonato. Tanto os hidroeléctricos, como os canarinhos vão jogar em casa na última jornada.

Joca Estêvão/Luís Muianga