Moniz embalou locomotivas do Chiveve para a festa do primeiro título no Songo

Os minutos inicias do UD Songo-Ferroviário da Beira davam conta de uma equipa da casa mais disposta a chegar ao golo, deixando, inclusive, os defesas adversário com as cabeças em água, mas faltou sempre uma pontinha de talento para converter as  ocasiões de ataque, que decorriam dentro da área de Soarito, com aos três minutos Cambala, em boa posição, cabeceou para cima do travessão.