Ponta final sem históricos na luta

A ponta final do Moçambola-2016 vai ser caracterizada pela ausência dos históricos da capital do futebol nacional, designada-mente Ferroviário de Maputo (campeão nacional de 2015), Costa do Sol (vice-campeão), Maxaquene e Desportivo de Maputo (ora despromovido), na decisão do título da presente temporada.
Os três maiores candidatos à conquista do campeonato não são de Maputo. A União Desportiva do Songo é de Tete, Ferroviário da Beira, Sofala, e Chibuto, da província de Gaza, sendo que a Liga Desportiva de Maputo, quarta classificada da prova, foi fundada em 1990, embora tenha feito história no futebol moçambicano, ao conquistar quatro campeonatos nos últimos seis anos, período em que o Maxaquene e Ferroviário de Maputo venceram um Moçam-bola cada um.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Opinão

Publicidade