Luís perto de se sagrar o “rei” dos marcadores

O avançado Luís Miquissone (UD Songo) ficou em branco nas últimas duas jornadas do Moçambola, disputadas antes da interrupção para dar lugar aos jogos da Taça de Moçambique e Taça da Liga BNI, designadamente frente ao Estrela Vermelha e Maxaquene, mas continua em vantagem (com 15 golos marcados) sobre Marufo (Ferroviário de Nacala) e Nelito (Ferroviário da Beira), que não têm acertado com as balizas adversárias.

Concorrem igualmente para o prémio de melhor marcador do Moçambola/2016 o futebolista Adebayor (Desportivo de Nacala), além de Cedric (Chibuto) e Parkim (Costa do Sol), com oito golos.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Opinão