A política não se deve meter no desporto

As equipas sudanesas fizeram o que fizeram quando jogaram entre elas, o que não dignifica o futebol. Deveriam ser penalizadas. Além disso, o que se passa entre a federação e o Governo, a política não deve se meter no desporto. Tem de o apoiar. Portanto, esperávamos que perante este assunto a FIFA agisse, porque se passasse seria mau para o futebol, pois começaria a questionar-se onde está a lei desportiva. A sentença é essa, nós beneficiámos disso, estamos satisfeitos, mas gostaria de jogar. Se calhar corria o risco de não qualificar, mas agora qualificámo-nos e estamos contentes por isso″, Rogério Gonçalves, técnico do Ferroviário da Beira.

Chiruclério Ndatoma