Ferroviário da Beira nos quartos-de-final

beneficiando da decisão da FIFA de suspender a Federação Sudanesa de Futebol (SFA) das competições internacionais, devido à interferência política do Governo sudanês nas actividades da SFA.

Como consequência da ingerência do Governo sudanês nas actividades da SFA e do não cumprimento dos ultimatos da FIFA, a CAF cancelou todos os jogos que envolviam as colectividades sudanesas nas competições africanas, Liga dos Campeões Africanos e Taça CAF, tendo igualmente as desqualificado das respectivas provas.

Com a decisão, o campeão nacional de Moçambique, Ferroviário da Beira, que sexta-feira passada deveria, em Cartum, ter defrontado o El Hilal do Sudão, em jogo da sexta e última jornada da fase de grupos, para discutir a sua qualificação, garantiu consequente e automaticamente o seu apuramento para os quartos-de-final da prova.

Chiruclério Ndatoma