Prometi resolver a qualificação se chegássemos às penalidades

A equipa de Aleixo, embora tivesse vencido por margem (2-0), a partida, confortável, previu dificuldades em Monróvia, e caso do Barack marcasse dois golos sem correspondência, empataria a eliminatória, decidindo-se à passagem à fase de grupos por grandes penalidades, como veio a acontecer.

Após um jogo assaz frenético, os donos da casa deram grande pressão, fazendo o primeiro golo e depois o segundo na baliza de Willard. Dessa forma, quando faltavam 15 minutos para o fim, Aleixo Fumo mandou o guarda-redes Soarito para o aquecimento, vindo a substituir Willard no primeiro minuto dos três de compensação concedidos pelo árbitro.

Antes do jogo iniciar-se já sabia que poderia ser chamado à baliza, se a eliminatória estivesse empatada. Com o jogo a caminhar para o fim, quando o árbitro deu os três minutos de compensação, fui chamado do local do aquecimento para o banco para receber instruções e entrar em campo, revelou Soarito, que ainda disse ao desafio que não tremi. Estava confiante que ia ser útil à equipa. A minha experiência também foi importante naqueles instantes. Prometi resolver a qualificação se chegássemos as penalidades, afirmou o keeper, ao mesmo tempo que deixou ficar que o técnico Aleixo Fumo no momento da substituição disse que a eliminatória estava nas minhas mãos, que confiava em mim. Ao mesmo tempo, o Rocksana, treinador de guarda-redes, juntamente com os outros colegas, deram grande motivação, descreveu.

Joca Estêvão