Rady Gramane primeira medalhada

Para lograr esse feito Rady derrotou, na noite de ontem, Banahau Geneviene, da República Democrática do Congo, e passou às meias-finais onde joga o acesso à final esta noite e já com a certeza de que a primeira medalha de Moçambique nestes jogos é sua.

Entretanto, os outros três concorrentes às medalhas caíram ontem nos quartos-de-final. Ângela José (57-60kg) perdeu ante Hlimi Khoulond da Tunísia, Lourenço Cossa (75kg) com Chikanda Zibane do Botswana e João Baptista (91kg) frente a Kennedy Peire das Maurícias.

Lembre-se que Moçambique trouxe seis pugilistas masculinos, dois dos quais (Hélio Castelo e Augusto Mathule) não lograram nenhuma vitória enquanto os restantes quatro (Paulo Jorge, Bernardo Marrime, Lourenço Cossa e João Baptista) ainda passaram a primeira eliminatória. 

Ciclismo a partir de hoje

Moçambique estreia-se hoje no torneio de ciclismo inserido nos XI Jogos Africanos, Brazzaville-2015. Garrick James Gabell, Sérgio Grichone Langa e Miguel Teixeira Duarte são os ciclistas que estão em Brazzaville para representar as cinco cores da bandeira moçambicana que tem vindo a ser desrespeitada nestes jogos. Para além da troca de hinos e do uso da anterior bandeira - história por contar no jornal físico de segunda-feira - ontem chegou-se ao cúmulo, com o pugilista nacional (João Baptista) a usar uma toalha estampada com a bandeira dos Estados Unidos da América enquanto a Missão Moçambique entregou toalhas vermelhas a todos integrantes da comitiva.