Que venha o Ruanda

“Estamos cientes de que o adversário é forte mas em casa temos que ser nós a mandar e a equipa está pronta para defrontar os ruandeses sem medo”, aduz Chissano para quem a concentração no jogo será a peça chave para atingirmos os objectivos. “Temos vindo a conversar com os jogadores sobre o aspecto “concentração” para não darem espaço ao adversário pensar o seu jogo, disse o seleccionador.

No entanto, ainda residem as dúvidas em torno das utilizações pelo seleccionador nacional dos internacionais Zainadine Jr e Isac que esta semana perderam os seus parentes.

Recorde-se que nesta quarta-feira os Mambas receberam visita e incentivos do ministro da Juventude e Desporto, Alberto Nkutumula.