Na Beira os atletas sentiram-se acarinhados

Para o jogo da segunda “mão”, nas Seychelles, queremos acabar com a eliminatória e mantermo-nos a frente do resultado. Depois de uma semana difícil em Maputo, na Beira fomos bem recebidos e os atletas sentiram que não estavam sozinhos.