Se calhar roubei-lhes uma locomotiva

Maxaquene, Costa do Sol, Liga Muçulmana ou Desportivo tem um sabor especial, mas conseguir êxitos em equipas de outras regiões é mais gratificante ainda. Já conseguimos contratar alguns jogadores, mas o que é verdade hoje pode ser mentira amanhã.

– Por isso não quer divulgar os nomes?

– Temos experiências menos boas de um passado recente e sempre por causa do Ferroviário. Não sei o que lhes fiz. Se calhar roubei-lhes uma “locomotiva”. Veio tirar-nos jogadores que havíamos contratado, mas desenganem-se esses que pensam que os jogadores maduros vão fazer deles campeões. Não vou dizer os nomes dos jogadores que conseguimos para não sermos uma vez mais vítimas da situação idêntica a do Diogo. Eles já sabiam que tínhamos contrato com ele e mesmo assim vieram buscá-lo.

 

 Os técnicos dos Mambas

assistem aos jogos na poltrona

 O técnico do Vilankulo FC fez referência ao facto de Matlombe ter sido o jogador mais regular do Moçambola, de acordo com a pontuação feita pelo nosso semanário ao longo do campeonato, mas não ter merecido a chamada para a selecção, que defrontou as Seychelles domingo passado.

– O jornal desafio revelou a informação de que Matlombe era o jogador mais pontuado do Moçambola. O jogador tem 25 anos de idade e já passou pelo Maxaquene, Desportivo e Liga Muçulmana. Mesmo assim, não convocou o jogador para a selecção e para o cúmulo chamou dois jogadores da segunda divisão. Ou estamos a brincar aos futebóis ou de nada valerá potenciar jogadores para servirem à selecção nacional futuramente. Tenho a certeza de que se os membros da equipa técnica assistissem aos jogos do Vilankulo teriam mais jogadores para a selecção, mas eles preferem assistir aos jogos na poltrona, disse Chiquinho contestando as opções da equipa técnica dos “Mambas”.