Jogadores querem decidir eliminatória na cidade da Beira

“Na Tanzania vamos tentar ganhar ou, na pior das hipóteses, conseguir um empate com golos. Temos consciência de que não vai ser fácil, mas se não ganharmos e empatarmos com golos, então a decisão da eliminatória será no nosso campo” – Edson, defesa esquerdo do Ferroviário da Beira.

“Nós encaramos todos os jogos com muita humildade. Não conhecemos bem o AZAM FC da Tanzania e nem as suas pedras fundamentais, mas mesmo assim estamos a trabalhar de modo a que possamos ser capazes de chegar lá e explanar o nosso futebol, ganhar o jogo ou fazer um resultado que nos permite decidir a eliminatória na cidade da Beira” – Nelito, avançado do Ferroviário da Beira.