Costa do Sol vence… mas a luta continua!

Por: Raimundo Zandamela
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Fotos de Arquivo

Quis o destino fazer das suas, ao colocar frente- -a-frente os dois adversários que em breve irão disputar a final da Taça de Moçambique, marcada para o dia 10 de Novembro no Estádio da Machava. Foi também um duelo que opôs dois treinadores portugueses (Rogério Gonçalves e Horácio Gonçalves) pela primeira vez na história desta prova. O Costa do Sol vence e coloca-se na pole-position.

Embora em contextos diferentes, o certo é que o Costa do Sol saiu-se bem, ao vencer por 3-1 ao Ferroviário da Beira, na abertura da 28ª jornada do Moçambola. Ainda assim a vitória não é suficiente para os canários respirarem de alívio, pois nada está definido no que à manutenção diz respeito. A luta continua, tal como dizia o saudoso Presidente da República de Moçambique, Samora Moisés Machel, que perdeu a vida no dia 19 de Outubro de 1986 em Mbuzini, num acidente aéreo quando regressava da Zâmbia em mais uma missão de paz.

Foi o Ferroviário que teve a iniciativa de lançar o aviso à navegação. Transcorridos apenas dois minutos do jogo Guirrugo foi sujeito a fazer uma defesa incompleta, depois de um petardo apontado por Dayo na entrada da grande área. Mostrava assim a equipa visitante a sua intenção. Em resposta os treinados de Horácio Gonçalves, técnico do Costa do Sol, reagiram à altura, quando estavam jogados 29 minutos. Nelson, à semelhança de Dayo, remata forte próximo à entrada da grande área para uma defesa incompleta de Soarito.

Leia mais...