Temos de ser fortes para continuarmos em primeiro

Por: AtanÁsio Zandamela
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Fotos Jaime Machel

Abel Xavier afirma que Moçambique terá de ser mais forte que o adversário no duplo compromisso com a Namíbia – primeiro sábado 13 às 17.00 horas, no Estádio Nacional do Zimpeto, e três dias depois em Windhoek – para continuar em primeiro lugar no Grupo “K” de qualificação à 32ª edição do Campeonato Africano das Nações (CAN)/Camarões-2019.

Ainda que admita que a forma como Moçambique empatou com a Guiné-Bissau foi amarga, por ter sido no período de compensação, o seleccionador nacional defende que os moçambicanos devem sentir-se orgulhosos pela campanha que está sendo feita, até porque, segundo suas palavras, Moçambique está em primeiro por mérito próprio e acima da Zâmbia, cujo poderio é reconhecido. “Nós somos os primeiros no Grupo “K”, com quatro pontos, e somos primeiros por mérito e à frente da Zâmbia, que é considerada como sendo uma das grandes selecções africanas com participações no CAN, mas está atrás de nós. Temos de nos sentir orgulhos por isso e temos de ser fortes para continuarmos em primeiro lugar. Temos essa oportunidade e vamos agarrar”, prometeu Abel Xavier.

Leia mais...