Flávio, em nono, foi o melhor moçambicano na Meia-Maratona

Por: Atanásio Zandamela
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Fotos Jaime Machel

Ao posicionar-se na nona posição da classificação geral, Flávio Siholhe, radicado na África do Sul, foi o melhor atleta masculino na Meia-Maratona Internacional de Maputo, decorrida na manhã de ontem nas artérias da capital. Em femininos, as honras da casa foram para a atleta já retirada Leonor Piúza, que no genérico ficou em 28.º lugar.

Numa prova que provou a existência de desníveis bem claros entre os nacionais e os estrangeiros, os atletas moçambicanos quase sempre correram longe dos lugares da frente, com Flávio Siholhe a ser único a dar alguma réplica depois que Alberto Mamba rendeu-se às evidências, cerca de cinco quilómetros.

O atleta, que era tido à partida como único com marcas para discutir lugares de pódio no meio da fina-flor desta especialidade, percorreu os 21.097km com o tempo de 01.07.51 e ficou a uma distância considerável do vencedor, Moses Kibet, do Uganda, que fez 1.02.48.

Leia mais...