O nosso lugar está à vista

O Chefe do Estado, que falava ao RM-Desporto, canal desportivo da Rádio Moçambique, precisou que “o segundo lugar não é mau, sobretudo depois de sairmos do terceiro e também depois de termos derrubado o campeão anterior”, em alusão ao facto de em 2015 a equipa moçambicana ter terminado a prova disputada em Angola em terceiro lugar e por agora ter eliminado nas meias-finais o ex-campeão 1.º de Agosto (Angola) por 68-58.

Para Filipe Nyusi, esta subida de classificação por parte do Ferroviário “significa que o nosso lugar verdadeiro está à vista. Por isso, e mais uma vez, mãos à obra”.

Apesar dos elogios ao Ferroviário de Maputo e, também, ao Inter Clube de Luanda, por ter conquistado o seu quinto título africano, o Presidente da República revelou necessidade de melhorar-se o trabalho que é feito no basquetebol em termos estruturais.

- O campeonato foi muito bem organizado e nós sentimos que as meninas de Moçambique fizeram o máximo, mas não basta sempre a vontade e a força. É preciso que uma série de assuntos sejam acautelados e que passam por organizarmos o nosso campeonato”, precisou Filipe Nyusi, antes de apresentar novas felicitações a todos que contribuíram para o sucesso da competição.

- As meninas de Moçambique fizeram o máximo e por isso mesmo nós não vamos ficar na justificativa e nem precisamos de justificar porque este exercício permitiu saber quem somos nós no basquetebol ao nível continental e do mundo. Este campeonato vai ajudar a fazer as selecções do futuro. Quero estar junto com as meninas de Moçambique, com o Ferroviário de Maputo, com a Federação de Basquetebol e o Ministério da Juventude e Desportios que tanto fizeram para que tivéssemos este exercício que cria a ideia geral e concreta do que é o desporto moçambicano – vincou o mais alto magistrado da Nação.

A finalizar a sua mensagem, Filipe Nyusi não se esqueceu do papel levado a cabo pela comunicação social durante a competição.

- Os meus parabéns vão também para o RM-Desporto, para as televisões e toda a Imprensa que levou os jogos até às aldeias, lá onde está o nosso povo – elogiou Filipe Nyusi.

- Filipe Nyusi, Presidente da República