Ferroviário de Maputo vence (68-58) e quer o título africano

O Ferroviário, ciente das dificuldades que iria enfrentar face ao poderio do seu adversário, surpreendente, impôs-se logo no primeiro período da partida e sem nunca largar a vantagem. Fruto desta persistência e eficácia, as locomotivas saíram ao intervalo com vantagem de 14 pontos ou seja, 35 -21. No reatamento, o terceiro período foi mais determinante para a vitória final do Ferroviário. Nesta etapa, o 1º de Agosto pressionou o Ferroviário que, entretanto, resistiu à tentação a ponto de terminar o período com uma vantagem mínima de 1 ponto, na diferença de 21 – 20. A ansiedade tomava conta nas jogadoras de Leonel Manhique o que permitiu que o 1º de Agosto dominasse o quarto período e fruto disso, marcou 17 pontos contra 12 do Ferroviário que, já tinha o resultado controlado.

Esta noite, 18h30, o Ferroviário disputa a final e assume querer vencê-lo diante da outra equipa angola, o Inter Clube que afastou na meia-final o First Bank da Nigéria por 82-66.  

Entretanto, a A Politécnica, depois de perder ontem com a F.A.P (55-56) no jogo de atribuição de 5º  a 8º classificados, volta a jogar às 11h15 deste domingo com a K.P.A para o 7º e 8º lugar. 

Redacção