Estou feliz no Tianjin Teda

A primeira experiência moçambicana no futebol chinês foi através de Tico-Tico quando, sob responsabilidade do Jomo Cosmos, seu antigo clube no futebol sul-africano, tentou a sorte naquele país. Não foi tão feliz quanto sonhava e acabou regressando ao conjunto “eternamente” orientado por Jomo Sono. Agora é a vez de Zainadine Jr., que, ao que tudo indica, é mesmo para valer, com a entrada a ser proporcionada pelo Tianjin Teda.

Uma vez mais, foi uma das pedras basilares no centro da defesa da Selecção Nacional (fez duplo com Jeitoso, por lesão de Mexer), tanto no particular de Lomé, frente ao Togo, como no duplo compromisso com o Quénia, em Nairobi e com a África do Sul, No Estádio Nacional do Zimpeto, em Maputo.

César Langa/Arquivo