Desportivo não cabe na II Divisão

A seguir a um período sabático, depois que saiu do comando da Selecção Nacional de Futebol, os Mambas, João Chissano reapareceu no convívio futebolístico pela porta do Desportivo de Maputo, que acabava de afastar Uzaras Mahomed, homem com quem havia arrancado a temporada, em razão de resultados menos conseguidos, no Moçambola de 2016.

Faltava uma jornada para terminar a primeira volta do Campeonato Nacional de Futebol, quando Chissano se juntou ao ninho da águia, treinado a equipa, pela primeira vez, um dia antes do jogo com o Chingale, em Tete. Estavam, nessa altura, os “alvi-negros”, na última posição e ainda estavam nas eliminatórias da Taça de Moçambique e Taça da Liga BNI, coincidentemente, frente ao mesmo adversário, que foi o ENH de Vilankulo, tendo, o representante da Província de Inhambane, levado a melhor, nas duas frentes.

César Langa

Leia o artigo completo no jornal impresso