Resultados do SCSA aumentam

Votos do utilizador: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Os feitos alcançados pela delegação moçambicana aos V Jogos da Juventude SCSA Zona VI continuam a merecer elogios do governo. Na última sexta-feira foi o vice-ministro da Juventude e Desportos, Dr. Carlos de Sousa (Dr. Cazé), que enalteceu os resultados desportivos, sublinhando, no entanto, que estes aumentam a responsabilidade de todos.

Porque o prometido é devido, o governo realizou, na última sexta-feira, a recepção que faltava à delegação desportiva nacional que de 7 a 16 de Dezembro de 2012 tomou parte na V edição dos Jogos do SCSA, realizados em Lusaka, na Zâmbia. Falando na ocasião, Carlos de Sousa elogiou os 26 lugares de pódio (10 medalhas de ouro, oito medalhas de prata e igual número de bronze) que permitiram que Moçambique melhorasse a sua prestação colectiva, saindo do décimo e último lugar da anterior edição para o quarto, numa competição com 12 países.

Considerou que este sucesso alcançado pela comitiva nacional constitui, em si, um motivo de orgulho de todos nós, desportistas, governo e povo moçambicano em geral.

No entanto considerou que isso aumenta a responsabilidade de todos nós, do movimento associativo desportivo e do próprio governo, perante os amantes do desporto e do povo moçambicano em geral.

Apontou a necessidade de se manter esses feitos, lembrando, por exemplo, a selecção do basquetebol que finalmente conseguiu a medalha de ouro que perseguia.

- Um brinde pelos melhores resultados desportivos porque já não se espera uma posição abaixo desta. A selecção de basquetebol terá de lutar para não perder este lugar que perseguia há muito, disse.

É por isso que, mais do que festejar esses feitos, Cazé defende queimporta manter e desenvolver esses resultados no âmbito deste tipo de competições e do desporto da alta competição em geral.

 

Dr. Cazé afirmou, por outro lado, que esses feitos alcançados tiveram como factores decisivos, entre outros, a entrega dos atletas, técnicos, dirigentes e todo o pessoal de apoio envolvido nesta delegação, quer no processo de preparação desportiva e logística, quer na derradeira fase das competições em Lusaka.

Considerou como tendo sido importante ainda o correcto aproveitamento do legado dos X Jogos Africanos Maputo 2011, consubstanciados no estilo e método de trabalho adoptado ao nível da Missão Moçambique, que permitiu uma organização eficaz da operação V edição dos Jogos de SCSA Lusaka 2012.

 

ESTATUTO DO ATLETA

COMO PRIORIDADE PARA 2013

Num outro desenvolvimento, Dr. Cazé reiterou o comprometimento do governo com a causa do desporto, tendo destacado dois aspectos essenciais da agenda do Ministério da Juventude de Desportos, através do Instituto Nacional do Desporto, em parceria com o Comité Olímpico de Moçambique, federações desportivas nacionais e outros agentes do desporto nacional.

- A implementação do Estatuto do Atleta de Alta Competição, aprovado em 2011 pelo Conselho de Ministros, através do qual, numa primeira fase todos os atletas medalhados dos X Jogos Africanos Maputo 2011, dos Jogos da CPLP de Mafra (Portugal) dos recentes Jogos do SCSA de Lusaka, entre outros, serão inseridos no sistema de apoio permanente do governo, disseCazé.

O outro aspecto considerado importante para este ano é aaprovação e início da implementação do Plano Estratégico do Comité Olímpico de Moçambique para os Jogos Olímpicos de 2016 e de 2020, o qual numa primeira fase visa essencialmente o aumento de número de atletas da delegação de Moçambique neste evento.

Neste encontro estiveram presentes atletas, treinadores, árbitros e dirigentes que estiveram em Lusaka numa missão chefiada por Jonas Cherindza, que foi quem apresentou ao vice-ministro, Carlos de Sousa, assim como ao director-geral do INADE, António Munguambe, a delegação nacional. 

Publicidade
Subscreve se no Jornal Digital

Moçambola 2019

Pos Equipe J V E D GC GM Pts DP
1. C. do Sol 30 20 6 4 25 56 64 +31
2. UD Songo 30 19 3 8 29 47 59 +18
3. Fer. Maputo 30 13 9 8 22 34 43 +12
4. Fer. Beira 30 12 9 9 25 34 43 +9
5. Fer. Nacala 30 12 5 13 31 28 40 -3
6. ENH 30 10 11 9 30 29 37 -1
7. LD Maputo 30 11 7 12 36 30 37 -6
8. Textafrica 30 11 7 12 30 22 37 -8
9. Des. Maputo 30 10 10 10 29 35 36 +6
10. Incomáti 30 10 10 10 31 29 36 -2
LD Maputo 5 : 4 Des. Maputo
Têx. Púnguè 1 : 1 Nacala
B. de Pemba 1 : 2 ENH
Chibuto 1 : 0 UD Songo
Fer. Nacala 1 : 0 Fer. Beira
Fer. Nampula 2 : 1 C. do Sol
Maxaquene 1 : 0 Fer. Maputo
Textafrica 1 : 1 Incomáti

Director: Almiro Santos
Chefes da Redacção:
Reginaldo Cumbana e Gil Carvalho

Desafio é um Jornal desportivo, produto da Sociedade do Notícias.

O Jornal esta disponível em formato físico impresso, o mesmo pode ser lido em formato electrónico.

Play Store

AppStore

SNLogo2

Propriedade da Sociedade do
Notícias, SARL
Direcção, Redacção e Oficinas
Rua Joe Slovo, 55 • Cx.Postal 327
E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
( Tel's: 21320119 / 21320120 )
Script:
Topo
Baixo