Não sou treinador de contratos

Vêm aí as eliminatórias para o CAN! Sente-se pressionado?

– A nossa pressão começou desde o primeiro dia que chegámos. Dizer que neste momento somos primeiros porque batemos a Zâmbia fora e o que vamos fazer é dar continuidade ao calendário com maior exigência. Contratualmente fixou-se um objectivo prioritário. Eu não poderia de nenhuma forma renovar o meu contrato sem ter um objectivo específico. Não sou treinador de ter contratos, eu sou treinador de ter objectivos. A partir do momento que eu acredito, e que quero que o povo acredite, com os indicadores que estabelecemos até agora é legítimo nas nossas ambições querermos lutar pela qualificação. 

Raimundo Zandamela/Jaime Machel