Projecto falhou porque um grupo de sábios sabotou-o

O técnico Salvador Chamba, que qualificou a Universidade Pedagógica ao Moçambola-2017 e orientou a equipa, na parte final desta prova, afirma que a despromoção foi engendrada por um grupo, que denominou de sábios, acusando-o de sabotar o seu trabalho, particularmente na última na fase final do Moçambola.

– Quando ascendemos ao Moçambola,senti que tínhamos potencial para fazer-me melhor. O nosso sonho era manter oitenta porcento dos jogadores que levara a equipa ao campeonato nacional. A direcção concordou com o projecto por mim apresentado e fruto disso, tivemos uma primeira volta muito bem conseguida. Ficou claro que tínhamos condições de caminhar bem até ao fim, começou por dizer Nelito, que mais adiante no seu discurso disse que o projecto falhou porque houve um grupo de sábios que interferiu na filosofia outrora desenhada, isto é, não acreditando no potencial dos jovens locais que foram relegados ao segundo plano, disse.

Joca Estêvão

Publicidade

Moçambola 2019

Publicidade

Publicidade

Moçambola 2019

Pos Equipe J DP Pts V E D GM GC
1. C. do Sol 6 +8 14 4 2 0 11 3
2. UD Songo 6 +3 12 4 0 2 9 6
3. Textafrica 6 -1 12 4 0 2 7 8
4. Nacala 6 +5 11 3 2 1 9 4
5. Fer. Beira 6 +3 9 3 0 3 9 6
6. Chibuto 6 +1 9 3 0 3 7 6
7. Fer. Maputo 6 0 9 3 0 3 6 6
8. LD Maputo 6 0 8 2 2 2 5 5
9. Incomáti 6 0 8 2 3 1 7 7
10. Maxaquene 6 0 7 2 1 3 4 4
11. Fer. Nacala 6 -3 7 2 1 3 8 11
12. Fer. Nampula 6 -2 5 1 3 2 6 8
13. Têx. Púnguè 6 -4 5 1 2 3 6 10
14. Des. Maputo 6 +1 4 1 2 3 8 7
15. B. de Pemba 6 -5 4 1 2 3 3 8
16. ENH 6 -6 4 0 4 2 5 11

Opinão

Publicidade

  • Publicidade

Temos 1099 visitantes e 0 membros em linha

Facebook